A idade média PELO MUNDO

museu 1.png

museu nacional de arte antiga

Lisboa, PORTUGAL

Criado em 1884, habitando, há quase 130 anos, o Palácio Alvor e cumprindo mais de um século da atual designação, o MNAA-Museu Nacional de Arte Antiga alberga a mais relevante coleção pública portuguesa, entre pintura, escultura, ourivesaria e artes decorativas, europeias, de África e do Oriente.
Composto por mais de 40 000 itens, o acervo do MNAA compreende o maior número de obras de Pintura, Escultura e Artes Decorativas, classificadas pelo Estado como “tesouros nacionais”. Engloba também, nos diversos domínios, obras de referência do património artístico mundial.
Herança da História (com realce para as incorporações dos bens eclesiásticos e dos provenientes dos palácios reais), a coleção do Museu Nacional de Arte Antiga foi sendo engrandecida por generosas doações e importantes compras, ilustrando, em patamar de objetiva excelência, o que de melhor se produziu ou acumulou em Portugal, nos domínios acima enunciados, entre a Idade Média e os alvores da Contemporaneidade.
Parceiro incontornável na atividade museológica internacional, ao MNAA pertence, historicamente, a dignidade de museu nacional normal: o que define a norma, as boas práticas, em acordo, uma vez mais, com os padrões internacionais, seja em matéria de conservação e de museografia, seja no âmbito do seu serviço de educação, pioneiro no País.

GALERIA UFFIZI 1.jpg

GALERIA UFFIZI

Florença, ITÁLIA


Uma das primeiras galerias de arte do mundo, o que se vê hoje na Galeria Uffizi foi inicialmente construído a partir de coleções de arte particulares da família governante Medici, doadas ao estado da Toscana pela sua última herdeira sobrevivente Anna Maria Luisa como parte do Pacto da Família em 1737. A coleção extraordinária contém obras-primas de todos dos grandes pintores renascentistas italianos: Botticelli, Da Vinci, Rafael, Michelangelo, Masaccio, Correggio e muito mais.

Museu dos Mestres Antigos 1.jpg

Museu dos Mestres Antigos

 Bruxelas, BÉLGICA

Fazendo parte do complexo 'Museus Reais de Belas Artes da Bélgica' da capital belga, o Museu dos Mestres Antigos foi fundado por Napoleão I em 1801 e possui uma coleção distinta de obras de pintores renascentistas flamengos e holandeses. Em particular, Pieter Bruegel, o Velho, está soberbamente representado com grandes obras como A Queda dos Anjos Rebeldes e O Censo em Belém .

Galerias Accademia 1.jpg

Galerias Accademia

Veneza, ITÁLIA

Numa cidade com uma majestade visual, a Gallerie dell'Accademia é um dos principais locais de Veneza para se ver obras da Renascença Italiana. Além do desenho infinitamente imitado de Da Vinci, O Homem Vitruviano , a galeria contém obras de arte dos pintores venezianos Ticiano, Tintoretto, Bellini e Veronese. Foi também uma das primeiras instituições a estudar restauração de arte, a partir de 1777.