Sainer3.jpg

arte: ontem e hoje

sainer

Não é sempre que um jovem graffiter de um lugar como a Polônia tem a hipótese de viajar e pintar fachadas de vários andares em algumas das maiores cidades do mundo. Embora Sainer possa dizer, modestamente, que ele estava "no lugar certo na hora certa", uma década repleta de murais sugerem que isso era mais do que a teoria do caos. 
A cultura do graffiti provou ser um poderoso filtro e incubadora para descobrir e nutrir alguns dos maiores talentos do movimento de arte urbana contemporânea. A história de Sainer e Bezt, dois amigos do ensino médio mais conhecidos como Etam Cru, é um excelente exemplo da amplitude do graffiti. Depois de anos a deixar marcas em larga escala nas paisagens urbanas do Havaí à Austrália, do Dubai à Bósnia e por toda a Europa e EUA, essa dupla dinâmica mudou para desenvolver as suas próprias visões individuais à medida que exploram novos interesses. Focado em esquemas de composição e cores, e versátil em diferentes estilos e técnica, a obra artística é cheia de voltas e reviravoltas emocionantes. Com a intenção de desafiar a concepção de arte moderna de rua, ou "muralismo", como ele se refere,  continua a sondar as profundezas da arte urbana contemporânea. 

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

Rua Dr. Francisco Alves 1058 ,  4770-435  Requião ,  Vila Nova de Famalicão , Portugal     |    geral@acasaaolado.com    |    252 115 448 -  934 841 129