COMUNICAÇÃO2.jpg

15 JUNHO - 31 AGOSTO

PARQUE DA DEVESA

V.N.Famalicão

O TEAR - Territórios Artísticos, 1º Festival de Arte Pública Comunitária, encontra a sua justificativa no inegável papel preponderante que a arte pública urbana, assume, atualmente, em Portugal e no mundo, no carácter inventivo e inclusivo que a arte e a cultura, podem, e devem assumir na criação do futuro de qualquer sociedade.

 

O evento tem como objetivo principal a afirmação de Vila Nova de Famalicão num cenário de turismo artístico e cultural, tornando-se um ponto de visita obrigatório no “tour” de arte pública urbana nacional e internacional, assim como na afirmação do território e da marca “Famalicão Cidade Têxtil».

 

O Festival TEAR - Territórios Artísticos, 1.º Festival de Arte Publica Comunitária, da “A Casa ao Lado”, e o programa educativo e cultural “De Famalicão para o Mundo: contributos da História Local”, do Município de Vila Nova de Famalicão, levou até aos estudantes dos agrupamentos de escola do concelho a proposta de, em articulação curricular interdisciplinar lecionar os conteúdos programáticos da «Industrialização em Portugal», nos diferentes níveis de ensino (do 1.º ciclo ao ensino secundário), relacionando-os com a História e Património industrial têxtil do concelho, a partir dos conteúdos científicos do acervo do Museu da Indústria Têxtil da Bacia do Ave e da colaboração e apoio da Comissão Nacional da UNESCO, que focou os valores fundamentais dos Direitos Humanos, em interligação com o Centro de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC); da colaboração e apoio da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que focou os Direitos dos Trabalhadores, da Organização Internacional para as Migrações (OIM) e da a Universidade das Nações Unidas. Assim, permitiu-se que os estudantes construíssem uma vertente ARTÍSTICA das temáticas em estudo e se valorizasse e se evidenciasse a marca «Famalicão Cidade Têxtil», como marca ligada à inovação, à sustentabilidade, à capacidade produtiva das empresas do território, efetuando-se parcerias, congregando-se vontades e contributos de todos os envolvidos.

A Mostra de Arte Pública aqui apresentada é o resultado de diferentes visões de estudantes do 1º ciclo ao ensino superior, do concelho de Vila Nova de Famalicão e da Galiza. A forma como cada participante expôs o seu ponto de vista acerca das temáticas abordados em contexto escolar, dá a oportunidade para que através das ARTES e da CULTURA se possam transmitir valores individuais cada vez mais humanizados.

 

O projeto teve como parceiras as empresas MTex, Jocolor, Érius, Fergotex e IRV Têxtil no apoio à realização das peças em exposição.

 

O TEAR teve como participantes os Agrupamentos, Camilo Castelo Branco, Ribeirão, D Sancho I, Pedome e Gondifelos, assim como a Universidade IES Monte Castelo de Burela, da Galiza.

 

O TEAR terá à disposição experiências artísticas de Serigrafia, Pintura e Estampagem para a Comunidade Escolar e Público Geral.

Título 2

Logotipo_Horizontal_Famalicão_CâmaraMuni
cidade textil000.png
Logo Fergotex.png
LOGO MTEXNS.png
Logo Jocolor Estamparia sublimação.png
Erius_logo.png
1519861989821.png
logocnu_cores_versao_secundaria_compacta
UNBT_logo_blue.png
oim-iom-vector-logo.png
logo-oit.png
transferir.png
aeccb.png
D_Sancho_I_Logo_site3.png
1-2.jpg
00_H_Preto.png
transferir (1).png
IES MONTE CASTELO.png